RSS

Revoluir

17 set

Sempre que podem, eles tentam

Sempre que querem eles sentam
E você aí em pé
É você quem é ralé
Eles te pedem um emprego
Bem remunerado e cheio de Status
E o que dão em troca é fácil
Eles te dão o óscio
Óscio ósseo ilusório
Te tornam um ignorante compulsório
Te fazem gostar de ser só mais um
Insistem que você é comum até você ser só mais um
Mudo, calado, sentado
Trabalhou tanto e hoje desempregado
Lembra daquele vereador que você ajudou
Ele ganhou, está em casa vivendo de seus impostos
E você? Ganhou o que com isso?
Vive agora com os pesos que por ele foram impostos
Impostor?
Tratante?
Você que o deu poder
Pra te dominar
Você que o pôs lá
E o que foi que ele fez por você?
Faça de seu voto uma arma
E não use nenhuma arma
Não sejamos parte disso
Não escolhamos quem vai nos roubar
Se não tem em quem votar, não vote
Tenha a consciência limpa e lute
Tenha fé de que um dia alguém vai aparecer e tudo isso vai mudar
Porque fé é só o que nos resta…
Por enquanto
Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2008 em Uncategorized

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: