RSS

Seringas voadoras!

23 abr

Voltamos para mais um episódio da nossa saga contra a possível dominação de nosso planeta pelas asquerosas formigas. Mas hoje não falerei sobre uma máquina, ou sobre uma invenção mirabolante… e sim sobre um aliado.

MOSQUITOS, assim são chamadas as seringas voadoras das formigas.

Vamos elucidar alguns fatos:

  1. mosquitos têm um ciclo de vida muito curto, com algumas espécies vivendo pouco mais de 4 dias;
  2. mosquitos se alimentam de sangue;
  3. mosquitos transmitem doenças.

Agora, suponhamos que você queria dominar um planeta (Urano, por exemplo), e se depara com uma espécie muito maior e mais forte que os humanos…mas há uma espécie, que vive la vida loca no planeta, e está disposta a trabalhar pra você em troca de uma vida um pouco menos melhor.

É nesse esquema que as formigas trabalham com as seringas. Em troca de amostras de sangue, e da dissemninação de algumas pragas, os mosquitos têm quem cuide de seus ovos enquanto eles vivem da maneira que lhes parece mais conveniente.

O que as formigas iriam querer com amostras de sangue, você deve estar se perguntando?

Simples

Você já parou pra pensar de onde saiu o vírus Ebola? Ou o H.I.V.?? Não? Eu sim. Eles (e alguns outros) foram criados em laboratórios subterrâneos de nossas alogozes. Elas vêm estudando a evolução das espécies no planeta há eras. Com o auxílio dos mosquitos (pernilongos, mutucas, maruins, ou qualquer nome que seu povo decida chamar essas porcarias), as formigas tem uma imensa biblioteca de material genético. E isso, as deixa na vantagem.

Espalhar doenças com as seringas voadoras é fácil, mas nem sempre possível. Alguns vírus foram fortes demais para a frágil estrutura das pobres seringas. Quando tal coisa ocorre, o vírus é administrado em frutos dos arredores dos laboratórios, para que um animal maior possa ser hospedeiro da doença.

E os mosquitos continuam na sua rotina de beber (sangue), cair (para entregar para as formigas) e levantar, PRA FARRA!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de abril de 2009 em conspiração, paranóia, Zero

 

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: